o Capuchinho Branco e o Leão

Daniela

o capuchinho branco

Umas das coisas que faço muito com as miúdas cá em casa são pequenos teatros ou reinventar histórias. É uma excelente forma de expandir vocabulário, de promover o uso de frases mais compridas de forma adequada ou até algumas expressões sociais. Além de que apela ao uso da imaginação de forma livre.
Seja como uma atividade escolhida por nós ou integrada numa rotina propensa a desacordos, como por exemplo sair da banheira! Quase sempre resulta em choradeira, mesmo com todas as negociações possíveis. Elas adoram o banho, as brincadeiras, os “mergulhos” e o momento em si.
Um destes dias ao secar a Matilde, disse-lhe que parecia o Capuchinho Branco.

“Como o Capuchinho Vermelho, mamã?”
E foi o início de uma história nova. Em que a Capuchinho Branco ia ao parque brincar e no caminho encontrou um Leão, que por sinal era a Leonor. O Leão pregou um susto (coisa que a Leonor adora fazer!!) e a Capuchinho Branco “Aiiiiiiii” e fugiu… para o parque.
“Então e o que fez o Leão?”
“Também foi ao parque e brincou no escorrega com a Capuchinho Branco!”
“Vitória, vitória,
acabou a história.”

(Matilde 3 anos e 5 meses; Leonor 23 meses)

por Daniela