eu, a mãe terapeuta da fala

Sónia

De volta do trabalho, sentei-me com a Clara no jardim para explorar um livro que ela escolheu na biblioteca.

Logo que abriu o livro, a Clara comentou “Pãna anana!”. Eu, a mãe terapeuta da fala (…que não tem um botão de on-off…e ainda bem!) disse:

“O Panda está a comer a banana.”

De forma automática (..ou quase!), expandi a produção da Clara, dando o modelo de um enunciado maior. Essa é uma estratégia que promove o desenvolvimento linguístico.

E com a Clara tem funcionado mesmo!

A cada dia, a Clara surpreende-nos com as novas combinações de palavras e as frases que já produz!

Com a Clara (e já assim era com o Martim), sou mãe…SIM! Mas não consigo deixar de ser terapeuta da fala! Sem repreender. Sem “Não é assim que se diz!”. Dou o modelo de frases corretas, exagero a articulação de palavras que a Clara não diz bem, digo as palavras silabadas de forma melódica.

Se corre sempre bem e a Clara melhora todas as suas produções…Não! Só tem 2 anos!

Mas ouve. Vê o meu modelo. Experimenta. E ao seu ritmo desenvolve linguagem, melhora a fala.

Sónia

Siga-nos no Instagram @piratinhadossons