2 anos de Leonor

Daniela

2 anos de “Nônô”! Dois anos em que a nossa família está mais completa.

Foi muito difícil ir para o hospital e deixar em casa a minha bebé Matilde de 17 meses. Nunca tinha estado longe dela e chorei parte do caminho até ao Porto. E se não corresse bem?! Preocupei-me. Como é que ela se iria sentir aqueles dias sem mim? Pensaria na sua cabeça, ainda tão bebé, que a tinha abandonado?

Antes de ficar internada no hospital, lembro-me de tirar uma última foto grávida e de pensar que ia ter saudades da barriga, de ter a Leonor só para mim e de a sentir mexer. É uma sensação única!

Queria que nascesse! Que corresse tudo bem e voltar para casa. Mas quando nasceu, senti que não podia ter pressa. Que devia aproveitar a minha bebé aqueles dias só comigo. Dizem que ao segundo já não há grandes surpresas e que já estamos preparadas para tudo. Mas para mim não foi assim! A Leonor era a minha primeira segunda filha e tudo foi novo! Cada bebé é um bebé e cada mãe é uma mãe diferente para cada um dos seus filhos. Por mais que digam que a educação, a casa e os pais são os mesmos, eu não acho! Nós somos um misto das mães que idealizamos ser, com aquilo que os filhos nos deixam ser e com o que conseguimos fazer nas diferentes fases de vida por que vamos passando.

Olho para ela, com um misto de angústia e tranquilidade, ao ver que já está crescida e, apesar de lhe chamar bebé, a verdade é que já não é bebé! Fico feliz pela decisão de ter tido uma segunda filha. Fico feliz com a sua boa disposição, com as suas gargalhadas deliciosas, com a alegria que a caracteriza. É uma bebé que me trouxe muitos desafios. Mas é uma menina muito meiga e sorridente!

Parabéns bebé!

 Daniela

foto: bethsantosfotografia.com